Flora e Fauna

O vale do Ludares e as suas encostas dão-nos uma paisagem surpreendente e inspiradora.

Em contacto com o mundo rural, apreciando os campos agricultados e uma vasta área florestal, dominada pelo pinheiro-bravo, e uma vasta diversidade de espécies, tanto arbóreas como herbáceas.

Além dos pinhais destacam-se os eucaliptais, os bosquetes de bétulas e pinheiro-silvestre, as espécies ripícolas salgueiros e amieiros, as várias espécies de carvalhos e magníficos espécimes de sobreiros e pinheiro-manso.

As várias espécies florestais, ao longo do percurso, dão-nos sombras agradáveis.

A diversidade da vegetação e das características do terreno fornece habitats para uma grande variedade de fauna.

Para além dos encontros com os animais domésticos, podemos observar a fauna selvagem, apesar de não ser de tão fácil visionamento, dos quais referimos o esquilo-vermelho, o coelho-bravo, a raposa, o javali, a doninha, a cobra, o lagarto, o rato, o ouriço-cacheiro. Vários tipos de borboletas marcam a sua presença.

As aves têm fascinado o Homem desde sempre pela capacidade de voar, tem-se adaptado a um determinado habitat, pelo que muitos pássaros servem de indicadores de um local. Algumas espécies vivem muito próximas das povoações.

DSCF2578Em voo ou pelos seus cânticos podemos observar, com a ajuda dos binóculos, alvéolo-branca, andorinha, carriça, cuco, gaio, melro, poupa, perdiz, pica-pau, pisco-de-peito-ruivo, rabirruivo, tordo e verdilhão.

No vale de Ludares são vários os rebanhos que pastoreiam tranquilamente as pastagens e lameiros. Após a ordenha, o leite irá ser transformado em queijo de excelente qualidade, designadamente o Queijo Serra da Estrela.

O meio ribeirinho constitui uma singularidade ambiental e paisagística determinante nos espaços em que se desenvolve. A existência de um leito, provoca uma série de mudanças importantes nas condições ecológicas dos terrenos adjacentes.

fauna_03Neste habitat encontramos alguns répteis, peixes e aves. Destaca-se a rã, a salamandra, a cobra, o bordalo, o ruivaco, a enguia, o cuco, o verdilhão, o gaio e a garça.

Na freguesia situa-se uma importante mina de feldspato que foi explorada ao longo de vários anos e que hoje já se encontra em processo de reconversão.

Pode saber mais sobre a flora e a fauna da nossa freguesia no livro Freguesia de Real: História e Património:

Leave a comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *